Skip links

Energia solar: sistemas bombeamento de água solar fotovoltaico

Água potável ao seu alcance… Isso mesmo!

A utilização de sistemas de bombeamento de água em locais remotos, distante da rede elétrica convencional ou simplesmente para fins de economia de energia ou ainda de forma sustentável, é viável, eficiente, basta utilizar um sistema de energia solar fotovoltaica, ou seja, abastecimento de água em qualquer lugar:

  • Sistemas de reuso de água de chuva
  • Abastecimento para áreas de proteção ambiental.
  • Abastecimento de água para bebedouro aninal
  • Abastecimento de caixas d’água
  • Abastecimento de água para residências, sítios e fazendas
  • Abastecimento de água para agricultura
  • Fontes e cascatas
  • Abastecimento de água para comunidades
  • Projetos de energia renovável

Característica dos Sistemas de bombeamento de água solar:

  • Longa vida útil
  • Alta eficiência
  • Baixa manutenção
  • Fácil instalação
  • Sistema composto apenas por placas solares e bomba (inversores quando houver necessidade).

Neste post explicaremos como e quais equipamentos estão disponíveis…

Um sistema de bombeamento de água solar é composto basicamente por:

  • Módulo solar fotovoltaico
  • Bomba d’água
  • driver (se necessário)

O porte do sistema solar fotovoltaico depende da potência da bomba d’ água, vazão necessária e irradiação solar local.

Existem bombas d’ água em corrente contínua, específicas para uso em sistemas de energia solar fotovoltaica e podem ser ligadas diretamente ao painel solar fotovoltaico, outras, de corrente alternada precisam de um controlador/ inversor para funcionar adequadamente quando inseridas em um sistema solar fotovoltaico.

Tipos de Bombas:

1-) Bombas de diafragma  – motores de corrente contínua – superfície flutuante

São bombas de pequeno e médio porte, que bombeiam por diafragma, funcionamento em 12Vcc, recalcam em média 40 metros,  com vazões médias de 5.000 l/dia.

Possuem uso contínuo e de longa duração, funcionam ligadas diretamente ao módulo solar com potências de 85 a 300W de módulo solar.

2-) Bombas de diafragma – motores de corrente contínua – submersa

São bombas de pequeno e médio porte, que bombeiam por diafragma, funcionamento em12 ou 24Vcc, recalcam em média 70 metros, com vazões médias de 5.000 l/dia.

Possuem uso contínuo e de longa duração, construção leve e resistente, proteção contra funcionamento a seco, funcionam ligadas diretamente ao módulo solar com potências de 85 a 320W de módulo solar.

3-) Bombas d’ água Anauger Solar:

O Sistema de bombeamento Anauger solar consiste em transformar energia elétrica de corrente contínua gerada por módulos solares fotovoltaicos em corrente alternada  com a maior eficiência possível. O sistema funciona de forma independente das flutuações dos níveis de irradiação solar, ou seja, sempre haverá  bombeamento de água a qualquer hora do dia ou condições do tempo, desde que os módulos forneçam corrente mínima de 0,1A.

O driver é o equipamento que comanda a bomba, responsável por converter a energia fornecida pelos módulos solares em impulsos de energia, constantes e espaçados em função do nível de irradiação solar.

O sistema Anauger difere dos que utilizam motores de corrente contínua, pois este tem a necessidade de geração de potência bem maior  para o seu funcionamento.  Dispensa o uso de baterias, que reduz a necessidade de manutenção. As bombas podem operar  em sistemas de geração fotovoltaicos com potência de 100 a 320W, para até 4m metros de altura manométrica e vazão máxima de …….

4-) Bombas Centrífugas e Helicoidais:

Estes motores podem ser em corrente contínua, ligados diretamente ao arranjo solar fotovoltaico ou se em corrente alternada, ligados a um driver que converte a energia produzida pelos painéis fotovoltaicos em corrente alternada para tocar a bomba d’água.

Este tipo de bomba atende elevadas alturas manométricas ou grade volume de água.

Quer saber mais? Fique ligado no próximo post, falaremos sobre característica de alguns modelos de bombas d’ água utilizados em sistemas de bombeamento solar

Baixe nossa cartilha sobre energia solar