Skip links

Será que a placa de energia solar veio para ficar?

A energia solar já é comprovadamente uma alternativa limpa e viável para diminuir os índices de poluição e também de desmatamento ou recursos naturais. Pode ser usada para pequenas partes de residências e empresas. Por exemplo, uma casa pode ter energias de painéis solares apenas para esquentar a água do chuveiro e isso pode diminuir a conta da energia elétrica em até 30%.

Pesquisadores e engenheiros já utilizam placas solares em pesquisas e projetos que querem mostrar todos os benefícios desta fonte de energia.

Só isso já mostra que as placas de energia solares vieram mesmo para ficar e a tendência é que cada dia mais pessoas as utilizem para economizar e manter o equilíbrio no ecossistema, até porque existem, em média, mil novas tecnologias sendo desenvolvidas para baratear ainda mais a aquisição desses equipamentos.

Outro ponto importante está em uma palavra que vem ganhando destaque em todo o mundo, sustentabilidade. É preciso encontrar alternativas para diminuir a influência humana sobre as mudanças climáticas e a emissão de componentes poluentes, a energia elétrica entrega tudo isso e ainda promete conquistar mais espaço.

A Absolar, Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica revelou que nos últimos 10 anos os investimentos para quem quer usar placas de energia solar já ficou 80% mais barata, o que veem incentivando novos condomínios e empreendimentos comerciais.

Onde já encontramos as placas de energia solar?

Minas Gerais é hoje o estado com o maior número de mino e microusinas de energia solar instaladas em todo o País, o que corresponde a 20% de toda a energia gerada no Brasil. Uma empresa da região será a primeira a utilizar apenas a geração fotovoltaica e investiu nada menos do que R$ 3 milhões para que isso acontecesse.

Cada mini usina é capaz de gerar energia suficiente para abastecer uma casa de 4 pessoas, com investimento em torno de R$20mil, mas a economia faz com que a pessoa resgate o valor em até 10 anos.

A Europa é o continente com maior aproveitamento desse tipo de energia em todo o mundo, mas os melhores índices de insolação de lá são comparados aos piores daqui, e isso nos revela que a expansão das placas de energia solar ainda deve aumentar nos próximos anos.

Com novos projetos e tecnologias cada vez mais avançadas, os números mostram que o Brasil está crescendo e que os números de placas de energia solar tendem a aumentar, em 3 anos o número de venda de placas aumentou 40%. Isso porque os consumidores estão se conscientizando mais sobre os benefícios que essas placas trazem não apenas para quem as adquire, mas para a cidade, estado e País em que está e que aos poucos também ajudará a melhorar a qualidade do ar em todo o mundo.

Baixe nossa cartilha sobre energia solar