Skip links

Módulos Fotovoltaicos – Parâmetros técnicos

Olá, hoje complementaremos o post anterior explicando detalhadamente parâmetros característicos dos módulos solares fotovoltaicos.

Se você perdeu nossa última publicação onde tratamos de rendimento, quantidade de células e curva característica dos painéis solares confira: https://www.solarbrasil.com.br/blog/modulos-fotovoltaicos-caracteristicas-eletricas

Nosso texto de hoje complementa o assunto anterior, explicando alguns parâmetros fundamentais ao entendimento da ficha técnica da placa solar, informações de extrema importância ao se dimensionar sistemas de energia solar fotovoltaica.

Toda vez que consultarmos o datasheet de um módulo solar fotovoltaico nos depararemos com as informações elétricas daquele produto e via de regra teremos descritas as seguintes nomenclaturas:

Iss (A) short- circuit current OU Icc (A) corrente de curto – circuito: É o valor da corrente máxima que o módulo solar pode entregar a uma carga sob determinadas condições de radiação e temperatura correspondentes a um valor de tensão nula e, consequentemente, potência nula.

Voc (V) Open –circuit voltage OU Tensão de circuito aberto (V): É o valor de tensão máxima que o módulo solar pode entregar a uma carga sob determinadas condições de radiação e de temperatura, correspondentes a uma circulação de corrente com valor nulo e, consequentemente potência nula.

Pmax OU Pmpp (Wp) nominal max. power OU potência nominal ou potência de pico: É o valor máximo de potência que se pode entregar a uma carga e corresponde ao ponto da curva no qual o produto tensão x corrente (VxI) é máximo, ou seja é a potência na máxima geração do painel solar fotovoltaico.

Corrente de máxima potência (Impp): É o valor da corrente que é entregue a uma carga à máxima potência, sob determinadas condições de radiação e temperatura, ou seja, é a corrente nominal da placa solar fotovoltaica.

Tensão de máxima potência (Vmpp): É o valor da tensão que é entregue à carga máxima de potência, sob determinadas condições de radiação e temperatura, ou seja, é a tensão nominal do módulo solar fotovoltaico.

Normalmente os parâmetros elétricos do painel solar fotovoltaico são apresentadas sob condições padrão  (STC – standard test conditions), aonde a temperatura da célula é de 25ºC e irradiância de 1000w/m² com um espectro de massa de ar de 1,5.

Na realidade, é pouco provável que a placa solar fotovoltaica proporcione  a potência de pico, pois a radiação solar é muito variável e a temperatura da célula aumenta, portanto, sua eficiência diminui.

Traduzindo em outras palavras, normalmente a placa solar fotovoltaica atingirá potência próxima da máxima perto do meio dia.

Ao observarmos a curva I-V , concluímos que fatores como intensidade da radiação solar e temperatura ambiente influenciam diretamente no desempenho do painel solar fotovoltaico.

A corrente gerada diminui à medida que diminui o nível de radiação. A Temperatura é um fator importante, uma vez exposto aos raios solares, o aquecimento do módulo se intensifica. Além disso, uma parte da incidência solar não é convertida em energia elétrica e sim dissipada na forma de calor e por esta razão que a temperatura da célula solar é sempre mais elevada do que a temperatura ambiente, por este motivo, em locais muito quentes, a placa solar sofre diminuição de sua potência.

Analisando a curva I-V e entendo os parâmetros elétricos aqui detalhados, conseguimos compreender como o painel solar fotovoltaico reage as condições de irradiação solar e temperatura, fatores que muitas vezes não são levados em consideração no dimensionamento dos sistemas de energia solar fotovoltaico que muitas vezes falham por desconhecimento do usuário.

Gostou deste assunto? Quer saber mais? Fique ligado nos próximos posts, daremos continuidade sobre os módulos solares.

Quer aprender mais sobre energia solar fotovoltaica? A Solar Brasil explica para você!

Conheça nossos cursos de energia solar fotovoltaica: https://www.solarbrasil.com.br/cursos

Até a próxima!

Baixe nossa cartilha sobre energia solar