Skip links

Energia solar em condomínios beneficia moradores e meio ambiente

Você sabia que é possível gerar energia solar no seu condomínio e reduzir a conta de luz não somente em cada uma das residências, mas também nas áreas comuns?

Isso é possível desde 2016, quando uma alteração nas regras de mini e microgeração de energia elétrica passou a permitir a instalação de painéis solares em condomínios e venda da energia excedente à distribuidora local.

Os painéis solares são instalados no condomínio e o sistema de geração elétrica fotovoltaica é ligado à rede de distribuição elétrica convencional. A energia gerada a partir do sol pode ser utilizada pelos apartamentos e até mesmo nas áreas comuns, para funções que variam da iluminação até o aquecimento de água. A energia produzida que não for utilizada reabastece a rede elétrica, gerando um crédito com a distribuidora local, que é abatido da conta de luz. 

Além de trazer economia, a energia solar fotovoltaica é ecologicamente correta: ela não produz resíduos e é renovável; não polui nem consome recursos do meio ambiente.

Como dividir os custos e os créditos da energia solar?

Os moradores podem se organizar em cooperativas ou consórcios, dividindo os custos da instalação dos painéis solares. A forma de compensação da energia elétrica pode ser escolhida pelos consumidores – em partes iguais, ou proporcionais, dependendo da contribuição feita para a instalação.

Como existe uma redução nos gastos com energia elétrica, a instalação dos painéis solares tem alto retorno no investimento, além de ajudar a valorizar o imóvel. 

Onde instalar painéis solares em edifícios?

O tamanho do espaço de instalação irá interferir na quantidade de energia gerada. No entanto, é possível reduzir significativamente a conta de luz e o impacto no meio ambiente mesmo quando as áreas disponíveis para instalação são pequenas.

Geralmente os telhados dos prédios são o local mais indicado para a instalação de painéis solares, pois são as áreas que recebem mais radiação. Em alguns casos, porém, áreas comuns externas grandes podem ser uma solução mais viável. Existe ainda a opção de instalação das placas nas fachadas dos prédios, embora essa seja uma solução pouco habitual. 

Como garantir a instalação correta e o máximo de aproveitamento?

Para que tudo funcione conforme o esperado, a energia solar em condomínios residenciais exige instalação por um profissional especializado, que será capaz de realizar análises técnicas relevantes para aproveitar todo o potencial do sistema.

A contratação de profissionais habilitados também é imprescindível para que sejam solicitadas as licenças necessárias à concessionária de energia para a execução do projeto.

Que tal sugerir a instalação de painéis solares na próxima reunião do seu condomínio? Converse com um consultor da Solar Brasil para saber quais são as melhores opções para o seu condomínio ou edifício. 

Baixe nossa cartilha sobre energia solar